sábado, 18 de dezembro de 2010

Sobre "Deficiências"...

Esse "texto/poema" do Quintana me faz refletir bastante...
Como nossa sociedade anda deficiente... Como as relações andam deficientes...
Aonde foi parar a tolerância, a liberdade, a consciência, o respeito, o diálogo, a auto-crítica, o tempo, a calma, a reflexão...?
Será que é possivel "melhorar", evoluir...?

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as
imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter
consciência de que é dono do seu destino.
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria,
e só têm olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o
apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer
garantir seus tostões no fim do mês.
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da
máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de
sua ajuda.
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
"Miseráveis" são todos que não conseguem enxergar a grandeza de Deus.
"A amizade é um amor que nunca morre."

(Deficiências - Mário Quintana)

3 comentários:

Grasi disse...

Poema linnndo... faz a gente pensar mesmo!
Bjão e um sábado super iluminado.

Rosana disse...

Que lindo Manu! Adorei!
Próprio para a ocasião, hora de passar o ano a limpo e rever valores.
bjão

Claudiaroma disse...

Oi Manuela! acho este texto demais, sempre é bom demais lê-lo e refletir sobre ele...parabéns pela postagem amei! bjs e saudades
Cláudia
http://claudiaroma.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails