quarta-feira, 21 de abril de 2010

Sobre um cesto de maças...

Este texto conheci através da Telma... pessoa difícil de descrever e explicar tamanha a sua importância para mim... sei que se não tivesse tido o prazer de conhece-la talvez levasse muito mais tempo para me tornar quem sou hoje... talvez tivesse caído mais, chorado mais, me desgastado muito mais... ela foi de uma importância na minha vida... e quando lembro dela é sempre com carinho e admiração!
Tão bom termos pessoas assim na nossa história...
Depois que a conheci me apaixonei ainda mais pela psicologia e não tive dúvida quanto a minha profisão: psicóloga, psicoterapeuta! Profissão tão transformadora, tão ampla... e ela foi "meu mestre", meu modelo, acolhedora, objetiva e segura... sempre inovando, tranformando, evoluindo... sempre em Movimento! obrigada minha Yoda!
Bom, ela fez uma adaptação deste texto, reescreveu com seu olhar... mas infelizmente não tenho mais a cópia, então esta passa a ser uma releitura minha mesmo... o texto base original é o prefácio do livro: O Espelho Quebrou? de Lee Schnebly." e a idéia é essa:

       

Você deve pensar em você mesmo como "uma cesta de maças", e sendo assim você só terá valor se tiver algumas maças. A maça é conhecida como um alimento confortante, funcional e nutritivo e aqui neste texto também tem essa simbologia . Se você tem o hábito de distribuir maças as pessoas (companheiros, pais, filhos, etc.) então, em pouco tempo, você estará sem maças. Você perderá a função e o valor, para os outros e para você mesmo.
 Assim como dar  maças tem sua importância, saber cuidar delas e do seu cesto, saber distribui-las em momentos oportunos é muito importante também, tanto para quem recebe como para quem distribui. Receber uma maça especial, madura, perfumada é diferente de receber uma maça verde e azeda...
Você precisa saber escolher suas maças, precisa estar atento ao significado da maça e ao cuidado que seu cesto de maça exige. Se você não estiver atento, logo suas maças se foram... e na qualidade de "cesto de maças" você é incapaz de funcionar até que consiga algumas maças novamente.
Você poderá conseguir maças lendo um livro, escutando suas músicas favoritas, indo ao shopping... Talvez uma roupa nova, um presente, uma viagem ou um passeio com um(a) melhor amigo(a) faça com que você conquiste mais maças... quem sabe um tempo só para você, o silêncio, o recolhimento... Você deve fazer o que quer que seja importante para você, e só você pode fazer essa escolha, porque esta é a forma de conseguir maças para sua cesta. Pense: o que lhe dá prazer? quando foi a ultima vez que você fez isso? Onde você encontra sua árvore de maças?
Distribuí-las pode ser muito importante para você também, mas de nada adianta se você não souber onde busca-las e como cuidar delas...
Por isso, cuide de você, tenha sempre um momento de prazer, de lazer no seu dia... Dessa forma você pode ser um grande cesto ou até uma árvore de maças para os outros...
Aproveite e cuide de suas maças, faça delicias com elas e compartilhe com quem você quiser... assim todos se nutrem! Assim a relação é nutritiva!


2 comentários:

Moema disse...

oi Manuela,sou a Moema irmã da Telma,do Lucindo.Amei teu blog este texto das maçãs é o meu favorito.Tuas reflexões são maravilhosas parabéns,sempre passo por aqui e te admiro bjs

Manuela Fischer disse...

Moema... que boa tua visita! Fiquei muito feliz com teu comentário... obrigada!bjo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails